Friday, July 20, 2007

Notícias

Olá caros leitores! Esta é a 50º postagem deste blog! Obrigado pelo apoio e por acompanharem nosso trabalho. Continuemos na luta contra a pseudo-ciência.

Abraços,

Equipe LinhaEvo

Estudo mostra pré-história similar a "Jurassic Park"


Como na série cinematográfica Jurassic Park, os dinossauros conviveram durante milhões de anos com outros animais antes de se transformarem nos donos do planeta, segundo revelou um estudo divulgado hoje pela revista Science.

O estudo realizado por paleontólogos da Universidade da Califórnia, pelo Museu Nacional de História Natural e pelo Museu Field, joga por terra a teoria de que a ascensão dos dinossauros foi violenta.

Segundo os cientistas, fósseis descobertos em uma pedreira do norte do Estado americano do Novo México demonstram pela primeira vez a convivência entre os enormes animais já extintos, muitos dos quais pareciam mais frágeis, e acabaram sobrevivendo.

Os dinossauros e muitos outros animais, incluindo mamíferos, répteis e anfíbios, surgiram no período Triásico, há entre 235 e 200 milhões de anos.

No entanto, foi apenas no período Jurássico, há entre 200 e 120 milhões de anos, que os dinossauros estabeleceram seu domínio sobre o planeta.

"Até agora, os paleontólogos pensavam que os precursores haviam desaparecido antes do surgimento dos dinossauros", afirma Kevin Padian, professor de biologia da Universidade da Califórnia.

Outra teoria assinala que a rápida extinção de muitos animais no final do Triásico permitiu que os dinossauros se diversificassem, e se tornassem os habitantes predominantes do planeta.

"Mas agora, as evidências demonstram que é possível que tenham coexistido durante 15 ou 20 milhões de anos, ou mais", acrescentou.

Segundo Randall Irmis e Sterling Nesbitt, autores do estudo, os ossos descobertos no Novo México proporcionam informações anatômicas que revelam a evolução dos precursores dos dinossauros, sua conversão em dinossauros e a diversificação destes animais. Nenhum desses restos é um esqueleto completo.

A descoberta de restos de precursores dos dinossauros (dinosauromorfos), junto com os de dinossauros, nos ensina o ritmo da mudança. Se houve uma competição entre estes precursores e os dinossauros, esta foi muito prolongada", assinala Irmis.

Na pedreira, Irmis e Nesbitt encontraram 1.300 espécimes fósseis de dinossauros e precursores destes animais, assim como ossos de ancestrais dos atuais crocodilos.

Também havia fósseis de peixes e anfíbios que existiram há entre 220 e 210 milhões de anos
p> Além disso, o relatório publicado pela Science indica que os paleontólogos também encontraram restos de carnívoros como o Chindesauro bryansmalli e um parente próximo do Coelophysis.

Ambos os animais eram bípedes, e muito similares ao Velociraptor que aparece em Jurassic Park.

O primeiro precursor de dinossauros encontrado na pedreira foi o "Dromomeron romeri", um parente próximo de outro precedente chamado Lagerpeton, que existiu no Triásico médio, no território que hoje pertence à Argentina.

Fonte

Labels: ,

1 Comments:

Blogger Allysson Allan said...

Equipe Evo,

Só tenho a parabenizar a vocês, a todos!

Abraços!

6:23 PM  

Post a Comment

<< Home