Friday, July 13, 2007

Notícias

Borboletas no Pacífico mostram rapidez da evolução

O dramático retorno de uma borboleta macho tropical, que havia praticamente desaparecido por causa de um parasita, mostra quão rápido a teoria da seleção natural pode funcionar na prática, disseram pesquisadores nesta quinta-feira.

No início de 2006, cientistas estudaram o número de um tipo de borboleta, a Blue Moon, na ilha de Savai''i, situada no Pacífico Sul. Na época, os machos representavam apenas 1% da população, mas no final do mesmo ano o número tinha subido para 40%.

Os pesquisadores acreditam que o aumento se deve à proliferação de "supressores" de genes de uma bactéria que é transmitida da mãe para suas crias e mata somente os embriões machos antes de seu nascimento.

"Esta é a mudança evolutiva mais rápida que já se observou", disse Sylvain Charlat, autor de um estudo e de uma tese de pós-doutorado sobre o tema na Universidade da Califórnia, em Berkeley.

Para Charlat, o estudo mostra que, como neste caso, quando a população experimenta pressões seletivas muito intensas, a evolução age muito rápido.

"Geralmente, pensamos na seleção natural como um processo que atua lentamente, em centenas ou milhares de anos, mas este estudo mostra que passou em um piscar de olhos em termos evolutivos", acrescentou Gregory Hurst, autor de uma investigação sobre genética evolutiva na Universidade College, em Londres.

Tirado daqui

1 Comments:

Blogger Allysson Allan said...

Notícias,

Ponto para nós!

Mega abraço!

9:38 AM  

Post a Comment

<< Home